quarta-feira, outubro 11, 2006

O Rio é Animal - O mais antigo Zoo do Brasil


Foto: Fernando Mirabella - Tigre de Bengala

O Zoológico do Rio possui uma área de 138 mil metros quadrados, mais de 2.100 animais entre répteis, mamíferos e aves e cerca de 400 espécies, o zoológico do Rio é o mais antigo do Brasil.

Possui o maior plantel de primatas brasileiros, a maior coleção de aves expostas do país e, no setor de fauna, reproduzem-se espécies raras e ameaçadas de extinção como o urubu rei, a ararajuba e o mico leão dourado.

Com uma visitação mensal de 70 mil pessoas, e em média, 110 turmas escolares, a Fundação RIOZOO tem como objetivo muito mais que ser apenas uma vitrine de animais.

A maior tarefa é desenvolver o respeito e a preservação do meio ambiente, investindo em programas de educação, qualidade de vida e pesquisa baseado sempre no conceito “ Conhecer para Preservar”



Foto: Carlos Grupilo - Onça Pintada

A História do Zoo Carioca

O Jardim Zoológico do Rio de Janeiro é o mais antigo do Brasil. Atravessar o Parque da Quinta da Boa Vista, antiga residência da Família Imperial portuguesa, e entrar hoje, por seu portão de arcos e colunas, é transportar-se para o tempo de um outro país.

Percorrer suas alamedas margeadas de palmeiras imperiais é como entrar nas páginas de um livro vivo de imagens e histórias de imperadores, princesas, escravas e todo tipo de gente comum que abriu os caminhos para construir através dos anos aquilo que somos.

O Zôo carioca oferece uma mistura única de História, fauna exuberante, ecologia e muito verde.

Expor animais e tentar trazer para dentro da cidade um pouco da vida selvagem, começa em nosso país, mais especificamente no Rio de Janeiro, em 16 de janeiro de 1888, quando o Barão de Drumond funda no Bairro de Vila Isabel o primeiro Zoológico brasileiro.

Uma área com riachos, lagos artificiais e uma extensa coleção de animais. O passar dos anos, entretanto, trouxe dificuldades financeiras, e manter os animais tornou-se muito difícil Foi neste momento que para solucionar a situação, o Barão criou o "jogo do bicho".



Foto: Site - riototal.com.br

A História do Jogo do Bicho

Com a falta desse dinheiro, o Barão, com a sua fortuna empregada na bicharada, começou a encontrar dificuldades para manter o zoológico. Poucos anos depois, em 1892, foi que ele teve a sua mais grave crise financeira...

Então, um mexicano, Manuel Ismael Zevada, que havia introduzido no Rio de Janeiro (rua do Ouvidor), sem muito sucesso, o "jogo das flores", deu-lhe a idéia do jogo do bicho...

Assim, no dia 03/07/1892, o Barão organizou um passeio à empresa do Jardim Zoológico, ao qual compareceram membros destacados da sociedade e representantes da imprensa. Em meio às festividades, o Barão apresentou a sua estratégia para atrair visitantes ao local, que consistia em premiar, em dinheiro, os freqüentadores cujos bilhetes tivessem estampadas as figuras dos animais sorteados ao final de cada tarde.

Associado a Zevada que ocupou o cargo de gerente do zoológico, o Barão de Drummond acabava de criar o chamado Jogo dos Bichos, que se tornou um sucesso em diferentes círculos sociais. O jogo do bicho surgiu como um divertimento da alta sociedade fluminense, como mostram os jornais da época

O jogo se processava da seguinte maneira:

Cada ingresso, vendido para visitar o zoológico, dava direito a um cupom que trazia a estampa e o nome de um animal para concorrer a um sorteio que concedia ao ganhador um prêmio vinte vezes maior do que o valor pago pelo ingresso. Como ele custava mil réis, o ganhador recebia vinte mil réis!

Toda manhã, logo cedo, o Barão escolhia uma estampa com a figura e nome de um dos 25 bichos que faziam parte do jogo e colocava essa estampa em um quadro de dimensões enormes, içado a um mastro erguido à porta principal do Jardim Zoológico. Uma vez o quadro içado ninguém tinha acesso a ele. Esse quadro era de madeira e, trancado à chave. Às 15 horas o próprio Barão de Drumond acionava um dispositivo, exibia o bicho sorteado sem causar dúvida a quem assistia ao sorteio.

Aos poucos, aumentava o número de visitantes, por isso foram criados outros pontos de venda de ingressos com a finalidade de concorrer ao jogo do bicho. Em um só domingo a venda atingiu 80 contos de réis, com entradas!

No ano de inauguração do jogo do bicho, 1892, no Jardim Zoológico do Rio de Janeiro, estava em circulação o primeiro selo postal bicolorido impresso no Brasil. Emitido em 01/05/1891, nas cores azul e vermelho e com valor facial de 100 réis, o qual tem o nome de ALEGORIA REPUBLICANA "TINTUREIRO".

A entrada no zôo, à época, custava um mil réis e a sorte enchia o bolso do ganhador com vinte mil réis! Estes eram os bichos sorteados pelo Barão de Drumond:


A idéia do Barão de Drumond acabou por transformar-se em uma marca no cotidiano da cidade, mas não foi suficiente para salvar o antigo Zôo, que terminou fechando suas portas na década de 40.Mas logo a cidade ganhou um novo Zoológico, inaugurado no Parque da Quinta da Boa Vista, no histórico bairro de São Cristóvão, em 18 de março de 1945.

O Zoológico da cidade do Rio de Janeiro destaca-se na memória histórica do país. Uma das imagens mais marcantes é o imponente portão construído em sua entrada, que pode ser visto na paisagem de algumas telas pintadas durante o período imperial.

O portão foi oferecido como presente de casamento a D. Pedro I e à futura imperatriz Leopoldina por um nobre inglês. Vivendo períodos de glórias e dificuldades, o Jardim Zoológico carioca chegou aos nossos dias, e em 1985 foi transformado na Fundação RIOZOO.

Esta mudança proporcionou agilidade administrativa e abriu espaço para um processo de modernização, transformando a RIOZOO em uma respeitada instituição de pesquisa e educação ambiental, reconhecida no Brasil e no exterior.



Fotos: Rio Zoo - Macaco Tião

O Macaco mais Famoso do Brasil

O primata da espécie Chimpanzé, cujo nome científico é Pan Trogodytes, mais famoso do Brasil foi o Macaco Tião. Ele nasceu no próprio Zoológico do Rio de Janeiro, em 16/01/1963, portanto "carioca da gema" e do signo de capricórnio.

Filho de Babá e Lulu, sua altura era de 1,52 m e seu peso de 70 kg. Tião, recebeu esse nome em homenagem a São Sebastião, padroeiro da cidade maravilhosa. Estado civil: solteirão convicto...

Na primeira vez, tentou acasalar com a macaca "Cafona", na qual ele deu uma surra; depois de 3 anos teve sua segunda tentativa, mas a pretendente Cafona adoeceu e morreu. Quando mudou de namorada, a chimpanzé Cássia, outro desencontro, a macaca demonstrou medo de Tião e os veterinários desistiram da união...

Mudou de casa apenas uma vez em sua vida, fato ocorrido em junho de 1996. Mas, antes disso, teve uma carreira política... A candidatura do Macaco Tião - lançada pelos humoristas da revista Casseta e Planeta em defesa do voto nulo nas eleições municipais de 1988 - representou um feito: 9,5% dos cariocas que compareceram as urnas, apostaram em Tião.

Se somada aos votos em branco (14,9%), a votação de Tião superaria a de todos os candidatos - exceto Marcello Alencar, eleito prefeito com 31,6%. Depois de anos e anos disputando uma vaga entre os candidatos às eleições no Rio, a chegada do sistema eletrônico selou o fim de uma carreira polêmica.

Nas eleições de 1996, os eleitores não tiveram a chance de escrever nas cédulas e para anular o voto, tiveram que digitar um número que não constava nos registros dos candidatos...

Teve como rivais os chimpanzés Pipo e Paulinho. No dia 23/12/1996, morreu Tião, o chimpanzé mais querido do Brasil. Decorrente de complicações referentes à diabetes e a avançada idade.

O prefeito da cidade, César Maia decretou luto oficial até o dia 31 de dezembro e as bandeiras da Fundação RioZoo ficaram a meio-mastro.

Tião foi notícia em todo Brasil e até no jornal francês LE MONDE, que divulgou a notícia de sua morte em primeira página...

No dia 16/01/1997, Tião ganhou uma placa de bronze em frente ao portão principal do Zôo, uma estátua de corpo inteiro e a alameda central passou a se chamar Alameda Macaco Tião; na Barra da Tijuca ele ganhou uma praça com seu nome.


ZOO Serviços:

- Anfiteatro com camarins e capacidade para 100 pessoas

- Estacionamento para ônibus e carros

- Segurança

- Playground com área para festas e sala de apoio

- Lanchonete

- Restaurante

- Sorveteria

- Quiosque de Mel

- Visitas guiadas gratuitas (3ª a Sábado de 10h às 16h)

- Zooloja

- Zoofotos

- Sala de vídeo e auditório

- Área para festas e eventos

Funcionamento:

Terça a Domingo, de 9h às 16:30h

Ingresso: 3ª a 6ª R$ 4,00 / sáb., dom. e feriados R$ 5,00

Crianças até 1 metro de altura, maiores de 65 anos e deficientes não pagam.

Contatos:

Na Internet- http://www.rio.rj.gov.br/riozoo

Telefone - (021) 569-2024 Ramal- 219 e 220

Fax- (021) 569-7547 ou (021) 567-0698

e-mail - rzasscom@pcrj.rj.gov.br

Fundação Jardim Zoológico da Cidade do Rio de Janeiro - RIOZOO

Parque da Quinta da Boa Vista s/nº - São Cristóvão

Rio de Janeiro RJ Brasil Cep: 20.940-040

Fontes: Rio Zoo, saudeanimal.com.br, riototal.com.br, girafamania.com.br

4 comentários:

Claudinha disse...

Olá Rogério!
Puxa! Eu não sabia da história do zoo e nem da do jogo do bicho. Há pouco tempo minha tia achou um filme esquecido com fotos antigas nossas no zoo do rio, mandou revelar, só duas fotos sobreviveram aos ´seculos de poeira, mas eu tenho uma foto no zzo do Rio, quando era bem pequenininha! Beijão!

Isabel-F. disse...

Fabuloso.
Parabéns pelo Post.

Boa semana
Bjs

Elô disse...

Acredito que nem preciso falar muito....
Mais uma vez voce esta de parabéns Rogerio, a materia está otima e a primeira foto, linda!
Tbm achei legal vc dá detalhes sobre o zoo q muita gente ñ sabia, como a existencia de um anfeteatro....O maximo!
Continue assim!

RaphaSG disse...

Fala, Rogério! Tudo bem? É o Rapha, de São Gonçalo...
Seu Booklog está demais. Realmente muito informativo, construtivo e conciso, cara. Parabéns, você tem muito talento. Acredite que até me deu vontade de pensar em fazer um tour pelo Rio afora. Mas até fazer, já são "outros quinhentos".
Um Abraço, mano.
By Sadik Rapha de Andrade.